Autor Tópico: Pintura, por onde começar?  (Lida 2503 vezes)

monteiro

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 158
    • Ver Perfil
    • LCMM - Assistência Técnica 24 Horas
Pintura, por onde começar?
« em: Sábado, 31 de Dezembro, 2011, 16:45:57 pm »
A Decisão

Quando vamos pintar devemos ter em mente que a pintura protege (exterior) e embeleza (interior) os objectos, portanto é pensando também nestas características que se fará a escolha da pintura .

 

Para isto temos de saber:

a ) Escolher uma cor é sempre difícil... tenha em mente que elas afectam o nosso humor e de nossa família.
Cores como amarelo, laranja e vermelho são cores quentes e muito vibrantes.
O verde, azul e púrpura são frias e calmas.
Pense se a parede, o quarto, etc. que você pretende pintar recebe muito calor ( use cores frias) ou ao contrario, muito frio (adopte cores quentes).

Não esqueça, quanto mais claras as cores, menos energia elétrica você gastará. A a luz do dia iluminará melhor e por mais tempo.

b ) Qual é o tipo de material a ser pintado... (madeira, reboco, gesso, tijolo, etc.).

c ) Como está este material... ( tem rachas, arranhado, muito danificado).

d ) As condições do ambiente... (sol, humidade, calor, luminosidade).

e ) Como queremos que fique... (brilhante, neutro, opaco).

f ) Defina o material a ser usado e os custos.

 

Pintura bonita e com qualidade começa com a prearação da parede
Alguns dos problemas apresentados depois de uma pintura nem sempre são culpa da tinta de má qualidade.
Às vezes, uma parede descascada, um bolor ou a deterioração rápida da tinta podem ser resultados da pintura em parede que não foi adequadamente preparada.

Sem esse cuidado, pouca cobertura e baixo rendimento estão entre os problemas que podem 'pintar' depois de se ter gasto horas passando demãos de tinta, escolhendo produtos e outros materiais. Alguns deles podem ser corrigidos por quem vai aplicar a tinta.
Outros, de carácter mais técnico, como paredes com rachas profundas, exigem o trabalho de um pedreiro profissional.

Para ter garantia de que esses problemas não vão aparecer, é bom levar em conta os tipos de resina, pigmentos, aditivos e solventes que compõem a formulação da tinta.
Contudo, por melhor que seja o produto, se a parede não estiver protegida contra sujidade, humidade, rachas ou resíduos da tinta velha, pintar a residência será um investimento sem retorno.

 

Pintar um ambiente na ordem correta economiza tempo e dinheiro
1. Comece pelo tecto;
2. Paredes;
3. Portas;
4. Janelas
5. E finalmente pinte o rodapé.
 

Já na escolha dos pincéis/trinchas/rolos, prefira sempre os de boa qualidade, pois garantem melhores resultados.

A qualidade destes tem um efeito directo na qualidade do acabamento e na facilidade com a qual a tinta é controlada e aplicada.

 

Os pincéis, também conhecidos como trinchas, podem ser encontrados de vários tamanhos e cores:

- Cerdas escuras - indicados para aplicação de tintas a base de solvente como os esmaltes, tintas óleo e vernizes.

- Cerdas grisalhas - indicados para aplicação de tintas à base de água como as tintas acrílicas.

Sendo que o tamanho do pincel varia de acordo com a área a ser pintada.
Espero ter sido útil e, da mesma forma que me ajudam, também partilho o pouco que sei.

LCMM - Assistência Técnica 24 Horas - www.lcmm-24horas.com