Autor Tópico: [Projecto] Mesas de cabeceira.  (Lida 5912 vezes)

pajo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1383
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #15 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 10:48:08 am »
Cuidado o aço do seu serrote é uma lata
Se não sabes? -não mexas!
Se não gostas? -não estragues!
Mas isso, NÃO TINHA PIADA NENHUMA!!!

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 842
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #16 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 15:28:02 pm »
...
Vou fazer o meu próprio serrote de malhetes.
Há muitos videos com instruções como fazê-lo e visto que este que tenho custou praticamente nada e de pouco me serve, vou aproveitar a sua lâmina, que até é relativamente fina (0.6mm) e transforma-lo num serrote de malhetes de pega tradicional. O pior que pode acontecer é perder umas horas e um punhado de euros.

Este tem 13 TPIs de uns dentes que nem são crosscut nem ripcut. Vou "limpá-los" e transformar em 20 TPIs ripcut.
A pega parece-me relativamente simples de fazer. A minha maior dúvida é a travessa para as costas da lâmina. Já vi que é possivel fazê-la em madeira mas gostava mesmo era em bronze. Alguém sabe onde se podem comprar umas pequenas barras de bronze para este propósito? E já agora, será caro?
...

A questão é: a qualidade da lâmina justifica o trabalho que vai ter? É mais importante do que a forma ou o material das costas.
Consegue mostrar uma fotografia "close-up" de alguns dentes?
Costas de madeira podem empenar e são pouco rígidas, contrariando todo o interesse de um serrote de costas; a menos que sejam enormes, são leves demais (o latão é muito mais denso do que a madeira)
Creio que as costas são mais frequentemente feitas em latão do que em bronze, que é mais difícil de trabalhar. O latão é mais fácil de encontrar à venda, e é menos caro - já não digo "barato", que não é. Se seguir esse caminho, sugiro umas costas "dobradas" e não maquinadas, sempre é menos complicado para quem não tem equipamentos adequados para mecanizar metal.

(edit: entretanto, carreguei nalguma tecla errada e o meu post seguiu incompleto...  :-[ )

Em tempos era relativamente simples arranjar latão em fita em Lisboa (Sena, Botto e Leitão), mas desde que as lojas de metais a retalho quase desapareceram não só conheço a loja "Viúva Pires", na rua da Madalena em Lisboa, onde vendem latão em folha, a peso, mas creio que a espessura maior que têm é 1mm.

Vai ter alguma dificuldade para arranjar parafusos para a pega. Quando quis comprar tive de mandar vir uns do Thomas Flynn ( www.flinn-garlick-saws.co.uk )

Volto a sugerir que veja bem se a qualidade da lâmina justifica o trabalho e a despesa.
« Última modificação: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 15:40:19 pm por GLFaria »

cerdeira

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 259
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #17 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 15:46:21 pm »
Voltando ao assunto do projecto, se me permite uma opinião acerca do design, penso q o efeito resultante dos malhetes após bolear a aresta não vai ser mto bom para alem do facto de que qualquer imperfeição no interior das faces daqueles poderá aparecer após o boleamento.

Se fosse eu, faria um bisel em todas as faces da mesa e utilizaria "spline dovetails" (pesquise por "dovetail splines"). não sei se tem uma tupia montada numa mesa mas seria um pretexto para tal. para os splines utilizaria sapele para contraste.

quanto às faixas de 5mm de espessura q falou, a melhor maneira seria cortá-las com uma serra de fita e depois passá-las numa lixadeira.
não tendo estas máquinas, pode usar a serra de disco mas vai desperdiçar mto material (no meu caso o disco é de 3,2mm de espessura).
aplaine sempre a face q vai encostar a paralela antes de cortar, assim só terá q aplainar uma das faces.

para aplainar pode usar fita de face dupla para segurar as peças a bancada, mas use tb um batente p.ex de platex ou contraplacado menos espesso para ajudar a q a peça nao se desloque


AlexB

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 101
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #18 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 16:24:02 pm »
Muito obrigado pelas ajudas!
GLFaria, efectivamente não faço ideia se o aço da lâmina é alguma coisa de jeito. Sendo um serrote do mais barato, o mais certo é não ser. No entanto a lâmina era a mais fina e delicada dos vários serrotes que lá tinham à venda. Eu medi e tem 0.6mm de espessura. Daí eu querer aproveitá-la e tentar fazer um serrote melhorzinho para malhetes e se no fim não resultar, olha paciencia. Perdem-se umas tardes e alguma coisa se há de aprender. No fim de semana meto uma fotografia em detalhe dos dentes.
Em relação ao latão e bronze tem toda a razão. Eu só vi videos em Inglês e eles falavam em brass mas provavelmente queriam dizer latão. Eu até pensei que era latão mas tive vergonha de dizer um disparate aqui no forum e arrisquei bronze :-[.
Vou a essa loja ver se por lá arranjo alguma coisa. A minha dúvida em relação a dobrar é como é que faço isso? Na maquinação pensei fazer como num video que vi que era simplesmente serrar a ranhura.

Cerdeira, não me tinha lembrado dessa solução e além de também ficar muito bonito, é seguramente mais fácil de conseguir um resultado satisfatório, especialmente no interior das juntas que irão ficar expostas. Irei alterar o projecto para essa solução.
A escolha dos rabos de andorinha veio duma vontade muito grande de me iniciar nos mesmos à mão mas acho que vou ter de arranjar outro projecto mais simples para tal.
Mais um obrigado pela sugestão.

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 842
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #19 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 18:52:56 pm »
Atenção - não é a espessura da folha que define a "largura" do corte da serra ("kerf" em inglês), é a trava dos dentes ("set" em inglês), que é necessária para a folha não prender no corte. O corte será sempre (ligeiramente, função da trava) mais largo que a espessura da folha.

Latão (cobre + zinco) = "brass";  bronze (cobre + estanho) = "bronze"

Serrar a ranhura não é tão simples como isso. As serras normais para metais, aquelas de 30cm geralmente usadas nos serrotes manuais, têm um corte bastante mais largo do que a folha da sua serra. Além de que no latão o início do corte pode ser difícil, porque "escorrega" um bocado. E é bom, para não dizer indispensável, que a lâmina utilizada para o cortar seja nova. Claro está, tem de prever uma maneira de centrar e manter centrado o serrote enquanto corta.

A dobragem é um processo tecnológicamente mais simples, mas também dá bastante trabalho para fazer "à mão" uma coisa como deve ser, especialmente porque se trata de dobrar a meio uma lâmina de latão relativamente estreita e comprida. Não é nada que não se faça, mas exige algum equipamento básico e um pouco de prática. Vou ver se encontro alguma coisa para lhe mostrar. E tenho uma ideia que vou desenvolver um pouco...

Se se quer mesmo meter nisso, penso que o mais simples seria fazer uma "sanduiche" (ver o "boneco" abaixo). Nesse caso, no catálogo do L-M mostram uma barra de 10x2 mm. Fraquinho, mas se não encontrar mais nada... Não a podendo soldar, a solução mais simples seria epoxy+rebites de aço.

Tudo isto exigiria algum trabalho de metais. Não sei se está preparado para isso. Exigiria também aprender e ter o material para afiar um serrote. Não é muito, mas há que tê-lo, e gastar dinheiro nele. Sem contar com os inevitáveis falhanços nas primeiras tentativas.

Francamente, penso que no fim lhe sairia mais barato, menos sujeito a falhas, e mais fiável, comprar um serrote...

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 842
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #20 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 18:56:12 pm »
E já agora, a ligação a um site de que gosto muito (tenho-o no meu ambiente de trabalho):
https://two-lawyers-toolworks.blogspot.pt/
https://pedder-altedamenauskiel.blogspot.pt/

Vale a pena ver

Stromlinie

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 479
    • Ver Perfil
    • Multisubjects, Lda.
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #21 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 19:40:06 pm »
E já agora, a ligação a um site de que gosto muito (tenho-o no meu ambiente de trabalho):
https://two-lawyers-toolworks.blogspot.pt/
https://pedder-altedamenauskiel.blogspot.pt/

Vale a pena ver

Ai, ai...
Pois valem mesmo a pena ver...
Boa bricolage, em segrança,

Stromlinie

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 842
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #22 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 20:20:31 pm »
Algumas ligações onde pode ver "costas dobradas". Se quiser procurar na net, use a expressão "backsaw+spine+folding" ou "backsaw+spine+folded".

http://lumberjocks.com/summerfi/blog/46985
http://norsewoodsmith.com/book/export/html/68
http://www.badaxetoolworks.com/retension-a-backsaw.php

Não quero dizer que faça assim, é só para ver do que se trata.Era o método tradicionalmente utilizado, e continua a ser considerado o preferível.

A ideia que mencionei num post anterior é utilizar chapa de latão de calibre mais fino - digamos 1mm, ou mesmo 0,5mm - e laminá-la em camadas sucessivas, coladas com epoxy.  Junto um "boneco" para mostrar o que quero dizer. É um método que exige cuidado para as peças serem dobradas sem vincos nem deformações, e para se ajustarem bem umas às outras, mas é mais fácil dobrar uma chapa fina do que uma grossa, especialmente se o latão for quebradiço ("latão" é um termo genérico que cobre muitas ligas com proporções ligeiramente diferentes de cobre e zinco, por vezes com adição de outros elementos de liga, e que além disso podem ser sujeitas a tratamento térmico).

Depois de conformadas e coladas as várias camadas, é uma questão de dar a forma. Claro que, quase inevitavelmente, as linhas de junção das camadas laminadas vão ficar visíveis.

Não me vou meter agora a explicar em pormenor como fazer e quais os cuidados a ter, ia exigir um texto um bocado mais comprido. Como já perguntei antes, a qualidade da folha do seu serrote justificará o esforço todo?


GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 842
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #23 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 20:58:33 pm »
E mais isto:

bata001

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 677
  • Sempre mexendo nem que seja a sopa quando há
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #24 em: Quinta, 03 de Novembro, 2016, 21:22:39 pm »
Em algumas zonas do pais tambem  conhecidas por ''peniqueiras'' va-se lá saber porquê.

Pajo

fácil de adivinhar

eram utilizados para guardar os penicos
Henrique

nogueiraf

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 164
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #25 em: Sexta, 04 de Novembro, 2016, 18:23:28 pm »
AlexB se sempre quiser fazer uma serra encontrei este video pode ser util

AlexB

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 101
    • Ver Perfil
Re: [Projecto] Mesas de cabeceira.
« Responder #26 em: Domingo, 06 de Novembro, 2016, 22:19:34 pm »
Antes mais, os meu agradecimentos por tanta e boa informação. Mas embora alguns desses serrotes sejam quase joalharia, tal a beleza, o que eu pretendo é algo bem mais simples e acessível às minhas capacidades. Na realidade só quero ver se consigo transformar um serrote quase inútil em algo que sirva para alguma coisa.
Para não misturar os assuntos dos tópicos vou abrir um outro tópico sobre o progresso do meu serrote.

No entanto ontem tive a oportunidade de experimentar uns serrotes japoneses e estou completamente rendido. Por causa das suas lâminas finas e extremamente afiadas e finas, a precisão do corte e a facilidade com que se obtém o mesmo é impressionante. Aquilo quase parece que foi cortado a X-ato. Sinceramente depois de experimentar é-me difícil encontrar pontos negativos e juntando o facto de custarem metade dos tradicionais ocidentais, fica difícil optar pelos últimos.
Só uma nota em relação ao que foi dito. A menos de se compre um serrote japonês feito à mão e que custa centenas de euros, os "normais" não são para serem afiados. Os dentes duram bem mais que os ocidentais e quando o serrote deixa de funcionar troca-se a lâmina. No entanto estas duram vários anos, e se for num uso amador duram mesmo muitos anos e a troca é barata.
Como o metal da lâmina trabalha à tração, este pode ser muito mais fino que os ocidentais e sem risco nenhum de dobrar.
No entanto o projecto do serrote caseiro é na mesma para ir para a frente, até porque este mês não há mais compras para a bricolage.