Obras, reparações e alterações (em casa e não só) > Ideias, Truques e Dicas

Problemas com o cilindro

(1/1)

vicjoaq:
Saudações a todos!
Já à 1s tempos p cá q o meu cilindro (termo acumulador) acho, vem estourando c a resistência, da última vez q isso aconteceu foi mesmo o termostato. O técnico da 1ª vez aconselhou a não mudar d cilindro pq embora ele fosse já velho era todo em cobre e seria 1a pena. Só q ess problema c a resistência já m aconteceu por mais 2 vezes. Em pesquisas q já fiz li sobre rebentamentos devido a avarias do termostato e estou c 1 bocado de medo. Desd já agradeço as opiniões d quem experimentou ou conhece o tema. Obrigado!

Davs:
Boas

Realmente, sendo o depósito do cilindro em cobre é uma mais valia, mas só por esse facto!
As resistências "rebentam" porque hoje em dia o modo que elas são fitas é para isso mesmo: avariarem! Antigamente eram feitas para durar. Hoje em dia são feitas para durar... algum tempo.
Na minha opinião pessoal, devias ponderar na troca desse cilindro. Os que há hoje em dia "poupam" mais energia. Essencialmente o isolamento é muito mais eficaz.
Há o risco desse cilindro rebentar, assim como todos, se os cuidados de segurança não forem tomados em conta. Há dispositivos de segurança que têm que ser revistos com alguma frequência, nomeadamente a válvula de descarga/segurança.



Por norma "disparam" quando atingem os 10bar, quando por qualquer motivo o termostato não desliga. Esta válvula deve ser trocada com alguma frequência! Como está quase sempre "parada" tem tendência a "colar". Se por qualquer motivo a pressão aumentar, termostato colado por exemplo, ela pode não disparar. Se o depósito tiver um ponto fraco, consequência da idade, pode efectivamente haver um acidente. Para evitar isso, trocar a válvula de dois em dois anos ou mesmo de ano a ano!
O seguro morreu de velho e homem prevenido vale por dois.



Cumps.

gloop:
caríssimo  Davs, permita-me que discorde de alguns pontos, a válvula de segurança devera ser de 3 Bar, normalmente e porque a pressão da rede excede este valor, devera ser instalada válvula cerca de 50% acima da pressão da rede... estas válvulas não colam, quando muito pasmam e vertem continuamente, para segurança adicional poderá ser instalada uma válvula de segurança termoestatica, ou seja, uma válvula de segurança que dispara por pressão e/ou temperatura...

passo a publicidade:
http://www.bucosantos.com/product/valvula-seguranca-34x22-3-bar-90c-q
http://www.bucosantos.com/product/valvula-seguranca-34x22-6-bar-90-q

monteiro:
Os grupos de segurança, cuja instalação tornou-se obrigatória com a
normativa em vigor, estão certificados como estando em conformidade
com os requisitos necessários pela norma europeia EN 1487.

Características técnicas e construtivas

Materiais
Corpo: latão UNI EN 12165 CW617N, cromado
Válvula de esfera: latão UNI EN 12164 CW614N
Válvula de retenção: latão UNI EN 12164 CW614N
Obturador válvula de segurança: EPDM
Sede válvula de segurança: aço inox
Retenções hidráulicas: EPDM
Molas: aço 3823
Desempenho
Fluido de utilização: água
Temperatura máx. de exercício: 120°C
Pressão máx. de exercício: 10 bar
Pressão de regulação válvula de segurança: 7 bar
Potência máxima do termoacumulador: 10 kW
Caudal de descarga com 8,4 bar (+20% Pt): com água: > 600 l/h
com vapor: > 220 kg/h
Ligações roscadas: entrada 3/4” M
saída 3/4” F
descarga 1” M

Como seleccionar uma válvula de segurança?

Na selecção de uma válvula de segurança há dois parâmetros a ter em conta, sendo que o primeiro é a pressão de descarga que deve ser sempre inferior à pressão máxima do aparelho a proteger. O segundo é a capacidade de descarga da válvula de segurança, que deve ser superior à potência do sistema a proteger

Espero ter sido útil.

Navegação

[0] Índice de mensagens

Ir para versão completa