Autor Tópico: Quando o espaço é pouco...  (Lida 4456 vezes)

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 829
    • Ver Perfil
Quando o espaço é pouco...
« em: Quinta, 07 de Março, 2013, 01:01:43 am »
Não tencionava apresentar este tema. No fim de contas, é apenas a solução que encontrei para um problema pessoal, e não creio que seja particularmente interessante para a maioria.
Mas a baixíssima frequência de posts nos últimos tempos - possívelmente o reflexo de muitas outras e mais prioritárias preocupações - leva-me a fazer este "post" para tentar animar o fórum. E, no fim de contas, até pode ser que dê ideias a alguém que tenha o mesmo problema.

Básicamente, o meu problema principal é espaço. O meu espaço total de trabalho é de cerca de 3,5m2 - incluindo o espaço ocupado por um "armário de ferramentas pequenas / bancada de trabalhos ligeiros" e o espaço onde tenho a bancada Workmate - que é a minha bancada de trabalho habitual. Entre esta última e o tal armário/bancada tenho cerca de 1,20m onde me movimentar. Portanto, todas as soluções práticas para ganhar espaço têm interesse.

O meu (pequeno) engenho de furar estava habitualmente "arrumado" no chão. Cada vez que o queria usar tinha que o pôr em cima da Workmate (são só 17,5 kg, mas mesmo assim...). Mas - situação aborrecida - eram sempre ocasiões em que estava a usar esta bancada. Tinha primeiro que tirar tudo o que lá estivesse, para depois lá pôr o engenho em cima. E quando acabasse de o utilizar tinha que o tirar novamente para poder continuar o trabalho. Não era prático, mas fiz isso durante vários anos.

Por outro lado, utilizava a esmeriladora o menos que podia, e só mesmo quando tinha de ser - estava na prateleira de baixo de um armário, para a tirar tinha de movimentar várias coisas e, como é evidente, no fim tinha que a limpar e voltar a arrumar no armário.

Finalmente, a minha reserva de lixas era uma trapalhada indescritível - a única separação que conseguia fazer era "lixas para madeira/lixas para metal".

Resolvi fazer um suporte que me resolvesse estes três problemas e ainda me permitisse ganhar espaço e facilidade de movimentação. Condições de base - gastar o menos dinheiro possível, e utilizar ao máximo restos de materiais que já tivesse em casa. Básicamente, comprei um banco e um porta-talheres do IKEA (gasto total 29,99 + 5,99 = 35,98 euros - mais do que inicialmente queria...), algumas ripas de pinho branco, muito escolhidas, do Leroy-M, e meia dúzia de placas de contraplacado de 300x600x5 mm também do L-M (não tinha onde transportar nem como cortar uma placa inteira). O restante, incluindo o verniz, tinha em casa.

Utilizei como base para a estrutura um banco alto de madeira do IKEA, modelo Bosse. Além de poupar dinheiro - o banco completo custou  menos do que pagaria só por madeira de qualidade equivalente - poupou-me trabalho e tempo.

O primeiro passo foi montá-lo sobre uma placa de MDF de 19mm (tinha um resto em casa), com rodízios loucos de 70mm (que também já tinha). Rodízios com travão do lado da frente, sem travão atrás. A placa na base, além de consolidar o conjunto, serve para arrumação da esmeriladora. De seguida, usei o porta-talheres IKEA como núcleo para fazer uma gaveta para brocas e alguns pequenos acessórios da esmeriladora. Ver fotografia 001.

Seguidamente, fiz um módulo para montar sobre o banco. Esse módulo, aparafusado ao tampo do banco, serve de base para o engenho de furar, e ainda incorpora uma plataforma retráctil para montar a esmeriladora. Para ter a certeza que esta plataforma só se abre ou fecha quando quero, o movimento é travado por um picolete que entra num de dois furos da placa (um para travar na posição fechada, outro para a travar aberta). Ver fotografia 002 - o módulo separado, depois montado no banco, e finalmente com a plataforma aberta.

A arrumação das lixas foi resolvida com um módulo de prateleiras. Este módulo é extraível, e fica montado no espaço entre as pernas do banco, por cima da travessa (ver fotografia 003).
Para evitar que as lixas fiquem sujas com aparas de madeira do engenho ou com resíduos atirados pela esmeriladora, a zona do banco onde vai este módulo é fechada e leva uma tampa amovível.

Na fotografia 004 pode ver-se o conjunto completo, arrumado no seu local habitual, com o compartimento das lixas fechado com a tampa. O que se vê em baixo, entre os rodízios da frente, não é uma gaveta - é um "pé" suplementar, para aumentar a estabilidade do banco quando a esmeriladora está montada na plataforma de trabalho (ver na fotografioa seguinte). Não é que o banco fosse inerentemente instável, mas não me sentia confortável com aquele peso todo lá em cima, e tão para a frente. Estava a pedir para me cair em cima... Os dois "pontos" brancos que se vêem à frente, aos lados da plataforma fechada da esmeriladora, são dois parafusos para fixar uma placa usada para proteger o engenho quando a esmeriladora está em uso.
Já agora, por cima e à esquerda do banco pode ver-se nesta fotografia uma pequena estante que fiz para as plainas. Provávelmente terei mais tarde que fazer uma nova que me dê para arrumar mais plainas.

Finalmente, na fotografia 005 temos a esmeriladora montada sobre a plataforma, com o "pé" suplementar aberto e a placa de protecção do engenho montada (falta nesta fotografia um tabuleiro de chapa alumínio, que estou a faze, para recolher as projecções para baixo da esmeriladora - na primeira utilização improvisei, mas preciso de alguma coisa mais a sério).

É tudo para já. Espero com este post, mesmo se pouco interessante para a maioria, espevitar um pouco a actividade. E se alguém quiser aproveitar (ou dar...) ideias para uma falta de espaço, estejam à vontade.

G.


GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 829
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #1 em: Quinta, 07 de Março, 2013, 14:11:32 pm »
E já agora, arrumação para algumas ferramentas manuais. Os formões estão juntos demais para o que seria prudente, mas trata-se de ocupar o espaço da maneira mais eficaz (estou a ver que não está ali o formão de 16mm, que é o meu "topa-a-tudo", sempre bem afiado, e que estava atrás de mim "sentado" na bancada Workmate).
Ainda tenho de melhorar isto, há muito espaço vazio...

G.

pajo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1383
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #2 em: Sábado, 09 de Março, 2013, 02:46:58 am »
GLFaria.
Palavras para quê? -Isso está 5*. -Mais uma vez  "o homem sonha e a obra nasce"
Isso está bem pratico e muito importante FACIL LIMPAR e arrumar.

Em tempos, um dos trabalhos que tive de fazer na minha antiga profissão(terraplanagem), foi selar algumas lixeiras.
Vi algumas coisas que tive pena de enterrar, mas, trabalho é trabalho, até que vi o que parecia uma mesa de cabeçeira feita em tubos e chapa de ferro.
Não resisti, vi logo as potencialidades, guilhotina,esmeril, engenho de furar etc.
Nesse fds quando cheguei a casa fui logo arescentar as pernas e tentar montar o eng. de furar, a ideia era que a esmeriladora ficasse nas costas do engenho(pratico mas instavel), acabou so por ficar o engenho.
Presentemente foi remodelado e pintado á uns meses atraz, depois coloco uma foto no post da minha caixa de ferramentas.

Se não sabes? -não mexas!
Se não gostas? -não estragues!
Mas isso, NÃO TINHA PIADA NENHUMA!!!

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 829
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #3 em: Sábado, 09 de Março, 2013, 20:16:15 pm »
Pajo, Pajo, detesto a ideia de quebrar a sua veia poética ;-) , mas isto não tem nada de sonho, é apenas uma necessidade prática à qual não estou afectivamente ligado!
Se não precisasse, não fazia. Se tiver oportunidade de fazer melhor, faço. Se me der jeito uma solução diferente, desfaço esta e faço outra...  (já estou a pensar numa modificação/reconstrução radical do painel arrumação de ferramentas)

(por favor leve este comentário à conta de um certo humor - e de uma garantida falta de veia poética da minha parte...)

pajo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1383
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #4 em: Domingo, 10 de Março, 2013, 01:02:41 am »
GLFaria, qualquer peça que seja feita por "nós" julgo que seja um motivo de orgulho, pois não somos profissionais mas gostamos de criar qqc, bem ou mal feita, e mesmo assim expolas e servir de inspiração para outros.
E claro quando não está ao nosso gosto, altera-se.
E claro que desde que não me ofendão, o forum serve para nos divertirmos
Se não sabes? -não mexas!
Se não gostas? -não estragues!
Mas isso, NÃO TINHA PIADA NENHUMA!!!

gabriel_rocha

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 82
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #5 em: Segunda, 11 de Março, 2013, 11:30:58 am »
Amigos GLFaria e Pajo, vocês são sem dúvida os membros deste fórum que mais me incentivam a querer chegar a casa e meter-me na minha garagem, infelizmente a vida não me tem dado essa hipótese. Acho que incorporam na plenitude o espírito de "Se eu posso fazer, porquê comprar feito?", obrigado pelas vossas partilhas, e acreditem que não é por falta de vontade que não aparecem mais coisas aqui no fórum é mesmo a vida que não anda fácil para ninguém. Mesmo que eu não pegue nas ferramentas hà alguns meses fico sempre contente de ver o vosso trabalho.

Bem hajam pelos vossos posts, às vezes são o melhor de uma curta pausa no trabalho!

P.s: amigo GLFaria, pode não ter saído do sonho essa obra mas a sua necessidade leva-o a fazer coisas 5 estrelas, os meus parabéns!
"And God said - let there be LED, and there was light" ;)

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 829
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #6 em: Segunda, 11 de Março, 2013, 13:44:42 pm »
Muito obrigado.
Mas sou um privilegiado - estando reformado (acontece...) e não sendo ex-banqueiro, tenho cada vez menos dinheiro para usar, mas pelo menos tenho tempo disponível (estão francamente pior aqueles que que não têm dinheiro nem tempo, por isso não me posso queixar...)

Mas aquilo que faço não é tão 5 estrelas como parece nas fotografias, que disfarçam muitas imperfeições...
A propósito, aqueles "debruns" em ripa de mogno na plataforma de suporte do engenho não são para fazer "bonitinhos" - a ideia era, por um lado evitar que as brocas caissem ao chão quando estivesse a trabalhar, por outro delimitar a posição do engenho sem ter que o fixar ao tampo. Entretanto resolvi fixá-lo e o "quadro" interior deixou de ser necessário - mas já lá estava colado. E tive uma distracção grosseira - puz ripas também na frente, o que torna mais difícil limpar o tampo - tenho de o aspirar em vez de varrer.
O verniz que usei é o meu habitual para este tipo de trabalhos - verniz para pavimentos de madeira, semi-mate, da Bondex. Como uso pouco, uma lata de 750cm3 dura-me uns dois anos se estiver bem fechada. Não é bonito, mas resiste bem à abrasão e dá um pouco mais de solidez à superfície de madeira do pinho ordinário do L-M.
G.

mbernardes

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 207
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #7 em: Sábado, 13 de Abril, 2013, 01:21:45 am »
GLFaria, muito esse armario/suporte eu acho que está espectacular e muito bem pensado e aproveitado, já me deu umas ideias ;)

GLFaria

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 829
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #8 em: Sábado, 13 de Abril, 2013, 01:49:51 am »
Boa, o que eu gosto é de receber/dar ideias, para poder daí tirar ainda mais ideias, para, etc...

Muitas vezes, quando acordo durante a noite (frequente), aparecem-me espontâneamente soluções para problemas práticos - ou para corrigir deficiências que não tinha notado em projectos em curso (ainda anteontem - se não tivesse adormecido a pensar num projecto que estou a fazer, não tinha acordado durante a noite para descobrir não me tinha lembrado de um pormenor que me ia dificultar a vida - já está resolvido).

Não sou adepto do sistema "comprar o projecto feito" (a não ser quando se tratava de questões profissionais, mas isso já lá vai o tempo...), nem do método "instructables", que só vejo de vez em quando para tirar ideias de pormenores para resolver problemas específicos, não para copiar o que lá se faz. Uma boa prática é olhar para o que há nas lojas onde vamos e imaginar "para que é que eu poderia usar isto sem ser para o que está previsto?"

mbernardes

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 207
    • Ver Perfil
Re:Quando o espaço é pouco...
« Responder #9 em: Sábado, 13 de Abril, 2013, 12:48:01 pm »
Boa, o que eu gosto é de receber/dar ideias, para poder daí tirar ainda mais ideias, para, etc...

Muitas vezes, quando acordo durante a noite (frequente), aparecem-me espontâneamente soluções para problemas práticos - ou para corrigir deficiências que não tinha notado em projectos em curso (ainda anteontem - se não tivesse adormecido a pensar num projecto que estou a fazer, não tinha acordado durante a noite para descobrir não me tinha lembrado de um pormenor que me ia dificultar a vida - já está resolvido).

Não sou adepto do sistema "comprar o projecto feito" (a não ser quando se tratava de questões profissionais, mas isso já lá vai o tempo...), nem do método "instructables", que só vejo de vez em quando para tirar ideias de pormenores para resolver problemas específicos, não para copiar o que lá se faz. Uma boa prática é olhar para o que há nas lojas onde vamos e imaginar "para que é que eu poderia usar isto sem ser para o que está previsto?"

Revejo-me completamente nesta sua resposta, ás vezes vou dar uma volta pelas lojas de ferramenta, Aki, brico e afins para tirar ideias (são sitios pobres a nivel de soluções mas por vezes uma coisa leva a outra)
Uma loja de ferramentas em que conheço o pessoal todo, profissional e a nivel pessoal quando lá chego, dão-me catálogos de ferramentas para a mão para eu me entreter e vão atendendo outras pessoas.

A garagem do meu apartamento já parece quase uma oficina a serio, tenho ferramenta que acho que numca vou usar mas como gosto de ferramenta e de mexer... tenho é pouco tempo e a maria também me chateia a cabeça, ou é os carros ou é outra coisa qualquer :D